Quarta-feira, 3 de Janeiro de 2007
Thermopylae

Depois de anos gloriosos, os dois mais famosos navios, do apogeu da navegação à vela, navegaram ainda com a Bandeira Portuguesa. Como escreveu o Comandante Alan Villiers, «in the end both were sold to those good judges of good ships, the Portuguese».
O Thermopylae, adquirido em 1896, tornou-se o navio-escola Pedro Nunes, da Marinha Portuguesa. No ano anterior, o grande rival Cutty Sark foi comprado por um armador nacional, que lhe pôs o seu nome: Ferreira. Depois de navegar até 1922 com a bandeira de Portugal, regressou a Inglaterra pela mão do Captain Wilfred Dowman, onde iniciou a sua recuperação. Com mais sorte do que o Thermopylae, a Cutty Sark é um dos poucos sobreviventes da era dos clippers, e ainda hoje pode ser visitada em Greenwich, Londres.
Face à escassez de recursos financeiros, não se realizaram os fabricos de que o navio Thermopylae carecia. Desta feita, ficou inviabilizada a sua utilização como navio de treino de vela e marinharia. Consequentemente, no dia 28 de Maio de 1897, o Pedro Nunes «passou ao estado de completo desarmamento». Desmastreado, serviu, a partir de então, como pontão-depósito de carvão, fundeado no Tejo. Ironicamente, um dos mais rápidos veleiros da história, sendo inclusivamente o ainda actual detentor de recorde de velocidade á vela entre Xangai e Londres batendo o irmão Cutty Sark, iria manter-se ao serviço de barcos a vapor durante os seus últimos dez anos de vida.
No dia 13 de Outubro de 1907, numa altura em que se encontrava muito degradado, o pontão-depósito Pedro Nunes foi afundado pelo Torpedeiro nº3, sob comando do Primeiro-tenente Castro Ferreira, ao largo de Cascais.
Este evento, a que assistiu o rei D. Carlos e a família real, encontrava-se integrado num Festival Marítimo, organizado pela Liga Naval Portuguesa.

Toda a história aqui

tags: , ,

zurzido por j-adn às 10:42
linker | teorizar |
|

recepcionista


torre do tombo

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

tags

todas as tags

Support Amnesty International
blogs SAPO
RSS