Sexta-feira, 23 de Março de 2007
por aqui todos bem

Prosseguindo a minha experiência de convivência com seres de todos os quadrantes terráqueos e possivelmente aligenas, debito teclas com o sr. Jamiroquai - que para quem não sabe é o melhor do mundo - entornando um vaso de rum gentilmente oferecido pelos chilenos.
Decidiram, e bem, estes compinchas fazer um botellon casero antes de sair; ou seja, perseguem o objectivo de se embriagarem com relativa rapidez em casa, antes de sequer pousarem os calcantes na calle. São sujeitos resolutos, estes chilenos.
Esta forma de abordagem ao fenómeno nocturno, tem os seus quês.
O espanhol, actor/argumentista/trapezista, definha a olhos vistos pela sua loucura. Já cheguei a julgar esta criatura autista, tal o grau de abstracção face ao mundo exterior. Enquanto escrevo estas linhas, senta-se o jovem xalias em posiçao de Buda, invocando gritarias diversas cujo teor desconheço. Entretanto, com o passar do tempo, esqueceu-se que tinha um esquilo na dispensa, sendo encontrado morto pela Danna - pessoal serviçal de leste que apruma a habitação uma vez por semana - que num romeno espanholado nos dava conta da desgraça.
Desconheço se estão programadas cerimónias fúnebres pelo féretro, mantendo-me numa posição expectante face á clara demência do dono do bicho.
A escocesa desapareceu há cerca de uma semana, não dando cavaco a ninguém, deixando quilos de roupa espalhada pelo chão do quarto. Nenhum de nós ainda se preocupou muito com o caso, pois estamos em apostar que cedo ou tarde deve ai rebentar á porta. Ou então não, mas pronto até dia 1, dia de São Receber, estamos oficialmente a cagar-nos para o caso.


zurzido por j-adn às 14:53
linker | teorizar |
|

recepcionista


torre do tombo

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

tags

todas as tags

Support Amnesty International
blogs SAPO
RSS