Quinta-feira, 28 de Dezembro de 2006
nem sou de grandes causas
...mas um gajo até mete ali o logo da amnistia internacional de lado na coluna, e depois dizem que um individuo faz isto para parecer bem, para parecer que se importa, para transmitir aquela onda fashion-ya-urbano-mas-com-causas-mundiais-e-o-caralho, tás a ver?

De facto não acompanho grandemente o trabalho lá dos amnistiosos, mas pelo que vi no site andam com trabalho pela barba . Têm muitas causas para defender, montes de barulho para fazer, centenas de petições e manifs. Os moços não devem ter tempo para se coçar, tamanho o afã de causas pá! Afã!Boa palavra .

Geralmente não gosto muito de gente barulhenta, coisa que estes individuos pelos vistos são especialistas, manifs , cagaçal e tal. Isso normalmente é para aquelas manadas de extrema esquerda que estrabucha por tudo e por nada. Não gosto muito de me ralar com cenas que não controlo, com coisas que estão longe, que na realidade me estou bem cagando . Por isto mesmo, é que apoio os moços . De certa maneira admiro de forma preguiçosa, gente que está para se ralar e para fazer barulho.

Parecendo que não, a indignação é uma coisa que dá muito trabalho . Requer uma certa dose de esforço uma pessoa aborrecer-se com o que vai no mundo. Um individuo tem de puxar dos galões dos principios, ou então tem de inventar uns á pressão para perceber a lógica da coisa. Ainda bem que há pessoas como eles, pois se fossemos todos um bando de comodistas, o mundo estava bem fodido.

zurzido por j-adn às 11:41
linker | teorizar |
|

recepcionista


torre do tombo

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

tags

todas as tags

Support Amnesty International
blogs SAPO
RSS