Quarta-feira, 28 de Março de 2007
Hábitos Dominicanos

Os Dominicanos são gente muito especial. Como em qualquer país do 3º mundo, os ricos são muito ricos e os pobres miseráveis.

Aqui onde vivo (Bávaro), não posso deixar de reparar nesse grande contraste. Ora vejam:

Os de Santo Domingo só vêm para cá nas vacances, porque isto é um campo e não há nada para fazer (têm razão). Quando cá metem os presuntos, vêm nos seus Ferraris e Hummers, com os seus Cartiers y Rolex para mostrarem aqui aos índios como se vive bem na Capital.

Os índios (homens), como não tem $$$ para saír, vão ficando por cá e bebem a sua Presidente no Colmado (espécie de mercearia de bairro, com esplanada e música aos berros). As mulheres passam o día no cabeleireiro a pintar as unhas e o cabelo.

Pelo meio, todos (os da Capital incluídos) comem o seu arroz, feijão e frango frito até explodirem.

O Dominicano não apanha sol nem come peixe, o que me chateia um bocado. Ora então para que é que estes cabrões não vão para Londres, onde no máximo apanham com Smog nos cornos e comem Fish & Chips, se quiserem?????

Anda aqui um gajo a bulir e estes tipos não sabem aproveitar o que têm de melhor!!!!


TO BE CONTINUED...

tags: ,

zurzido por j-adn às 11:25
linker | teorizar |
|

Segunda-feira, 26 de Março de 2007
!!! (Chk Chk Chk) - Heart Of Hearts

Os !!! - é favor levar a t-shirt com os três pontos de exclamação - vão estar em Lisboa a 4 de Abril, subindo ao Porto no dia seguinte.
O vocalista Nic Offer é o maquinista desta máquina funk-punk com rótulo "para dançar como se não houvesse amanhã". Quem quiser treinar só tem de seguir as instruções contidas no recém-lançado "Myth Takes". Pode ser mais do mesmo (com adição de guitarras), mas "o mesmo" chega e sobra.
(in Público.pt)



zurzido por j-adn às 14:26
linker | teorizar | vizualizar o comentarismo (1) |
|

manifs - II

Ando com pontaria para as manifestações. De saida do Museo Rainha Sofia, onde um gajo vai de propósito só para ver os 3m por 7m do Guernica e quase esquece os outros 4 pisos, mais uma vez vejo-me emaranhado numa manada de protestantes.

Desta vez eram jovens anarcas, ou anarquistas, okupas, ou lá como se auto-intitulava esta corja de doninhas. Se na outra manifestação contra o terrorismo, ainda por alguma simpatia, me fui deixando envolver na turba, nesta a turba metia nojo.
Bandos de piolhosos maltrapilhos, com honras de escolta policial, protestando ao estado espanhol o direito a habitação.
Isto é capaz de ser a minha ascendência rural a falar mais alto, mas lá de onde venho, quando queremos uma casa temos de ir trabalhar para a pagar. Este conceito de andar feito saltimbanco javardola pelas calles fora, a explorar veias artisticas evidentemente obscuras com tanto sebo, e ainda achar-se no direito de reivindicar algo a uma sociedade sem nunca ter contribuido para a mesma, é coisa que me ultrapassa.
Liberdade de expressão, sim senhora, pois está muito bem e manda a constituição que assim seja. Se um individuo quiser organizar uma manifestação contra a plantação de ananás na Nova Zelândia, é livre de o fazer, para estes moços deu-lhes para isto. Agora sobre o direito a ocupar propriedade privada ou estatal só porque sim, porque a malta é jovem e precisa de um espaço onde vegetar, onde fingir que existe, só á bastonada.


zurzido por j-adn às 12:30
linker | teorizar | vizualizar o comentarismo (6) |
|

parte I



zurzido por j-adn às 12:23
linker | teorizar |
|

parte II



zurzido por j-adn às 12:22
linker | teorizar |
|

parte III



zurzido por j-adn às 12:20
linker | teorizar |
|

Sexta-feira, 23 de Março de 2007
por aqui todos bem

Prosseguindo a minha experiência de convivência com seres de todos os quadrantes terráqueos e possivelmente aligenas, debito teclas com o sr. Jamiroquai - que para quem não sabe é o melhor do mundo - entornando um vaso de rum gentilmente oferecido pelos chilenos.
Decidiram, e bem, estes compinchas fazer um botellon casero antes de sair; ou seja, perseguem o objectivo de se embriagarem com relativa rapidez em casa, antes de sequer pousarem os calcantes na calle. São sujeitos resolutos, estes chilenos.
Esta forma de abordagem ao fenómeno nocturno, tem os seus quês.
O espanhol, actor/argumentista/trapezista, definha a olhos vistos pela sua loucura. Já cheguei a julgar esta criatura autista, tal o grau de abstracção face ao mundo exterior. Enquanto escrevo estas linhas, senta-se o jovem xalias em posiçao de Buda, invocando gritarias diversas cujo teor desconheço. Entretanto, com o passar do tempo, esqueceu-se que tinha um esquilo na dispensa, sendo encontrado morto pela Danna - pessoal serviçal de leste que apruma a habitação uma vez por semana - que num romeno espanholado nos dava conta da desgraça.
Desconheço se estão programadas cerimónias fúnebres pelo féretro, mantendo-me numa posição expectante face á clara demência do dono do bicho.
A escocesa desapareceu há cerca de uma semana, não dando cavaco a ninguém, deixando quilos de roupa espalhada pelo chão do quarto. Nenhum de nós ainda se preocupou muito com o caso, pois estamos em apostar que cedo ou tarde deve ai rebentar á porta. Ou então não, mas pronto até dia 1, dia de São Receber, estamos oficialmente a cagar-nos para o caso.


zurzido por j-adn às 14:53
linker | teorizar |
|

Quinta-feira, 22 de Março de 2007
Booka Shade live @ Jeriko, Malmö, Sweden

Dia 30/04 Booka Shade no lux. A não perder.



zurzido por j-adn às 17:09
linker | teorizar |
|

comunicado
Caros internautas que aqui vêm parar via google, com a busca "letra música sara tavares millenium bcp" ;

Ide levar no cú.

Isto é uma casa de gente séria. Não toleramos compartir espaço virtual com gente que gasta tempo na internet em busca de letras merdosas de gingles horriveis de anúncios. A vossa presença causa-nos fastio e náuseas. Por favor, consultem a programação da TVI para mais instruções.

Obrigado.

A Gerência

zurzido por j-adn às 12:23
linker | teorizar | vizualizar o comentarismo (3) |
|

Terça-feira, 20 de Março de 2007
atrás do muro

"Das leben den anderen" - The lifes of others, em tradução hollywood, é seguramente um dos melhores filmes deste ano. Ou do ano passado, como seja.
Um filme poderoso, muitissimo bem conseguido, onde a abordagem á perseguição politica na RDA não tem a leveza de "Good Bye Lenine", centrando as personagens na realista censura artistica vigente na altura. No caso, quando pensamos na altura, não precisamos recuar muito no tempo, pois tudo isto se passou há bem pouco tempo. 1980-1989. Todos nós assitismos á queda do muro, o que provavelmente não sabiamos era o que se passava atrás dele.
Isto leva-nos a outro campo; "isto" ainda hoje se passa. Coreia do Norte, Venezuela, China...
Sitios em que o conceito de liberdade ainda está por escrever. Onde este filme por exemplo, será seguramente proibido.
Sem pretensiosismo moralista, relembra-nos que mesmo a contragosto, o envolvimento na politica é um dever necessário por forma a prevenir os extremismos, pois a história repete-se uma e outra vez.


zurzido por j-adn às 16:49
linker | teorizar |
|

Segunda-feira, 19 de Março de 2007
tele-culinária
Em exclusivo ibérico, aqui deposito a minha receita de frango com whisky;

Meto o frango no forno a assar enquanto bebo o whisky.

zurzido por j-adn às 15:27
linker | teorizar |
|

universo pop

O óbvio salta a vista, e esse é o principal desafio; como evitar ver o óbvio, o básico, o primário. O primeiro comentário indubitávelmente seria sempre; mas eu também seria capaz de fazer isto. Então porque é que não fiz? A questão não é assim tão simples meu caro Watson. Há muito trabalho envolvido, há planificação, há esboços, há suor, há errar e começar de novo. Há que pensar, ter ideias e acima de tudo ter a capacidade de pô-las em prática. De passar para o papel o que nos vai na alma.

Reconhecendo-me ignorante encartado na matéria, tento acompanhar o que a obra transmite. As fases ao longo da carreira, a mudança de planos, de interesses. Mas então isto é arte? É. Na mesma linha popart de Warhol, Lichtenstein já estava muito á frente há 20 anos. Como é que um quadro de banda desenhada leva 6 meses a ser concluido? Leva. Como é que uma lata de tomate pintada vale tanto dinheiro? Vale.

E nisto aparece um coreano - Paik - que se lembra de fazer esculturas com televisões. E molda tartarugas, cavalos, naves espaciais, ursos e casas. Numa dinamica muito própria video killed the radio star, retrata uma sociedade consumista voltada para o tubo mágico (80´s). Provavelmente e apesar de contemporâneo, o trabalho de Paik com cerca de 20 anos, sofreria hoje inevitalmente a influência da internet enquanto meio primordial de comunicação, alterando a sua forma de exposição ao exterior.
Banda sonora - Daft Punk - .


zurzido por j-adn às 14:08
linker | teorizar |
|

Sábado, 17 de Março de 2007
uma humidade relativa superior a 100%
Despediram Gabriel Alves da RTP! O mundo está louco, já não se respeitam os monstros sagrados, os monumentos vivos. Como blog referência no meio audio-visual português, não podemos deixar de largar aqui o réptil ás estações da concorrência para rapidamente botarem este BUDA de volta ao activo. Afinal de contas, o futebol é uma arte plástica que se joga em estádios arejados.


zurzido por j-adn às 06:34
linker | teorizar |
|

Quinta-feira, 15 de Março de 2007
incredible snowmobiles


incredible snowmobiles



zurzido por j-adn às 12:50
linker | teorizar |
|

livretes

A minha rua, apesar de não ser em Nothing Hill, têm uma livraria só com livros de viagens. E tem clientes. Aliás, nesta mesma rua que não é mais que uma artéria secundária num bairro perfeitamente comum de Madrid, existem mais 2 livrarias e também têm clientes.

Todos os dias á entrada do Metro, tenho de fazer slalom para fugir dos entregadores de periódicos gratuitos, que pelo que enrameladamente contei, são cerca de 6 diferentes. Á entrada das carruagens, consoante nos vamos arrumando em pé, torna-se quase imperativo guardar um espaço de alguns cms entre os passageiros, por forma a assim todos conseguirem ler. Como se fosse expectável que qualquer sujeito tenha direito a um espaço extra para a leitura . Não se lê só jornais gratuitos, pelo contrário, julgo até em maior número livros. Muitos livros.

Isto não quer evidentemente dizer que os espanhois são mais ou menos cultos que os portugueses, mas talvez diga mais qualquer coisa sobre o seus hábitos, e acima de tudo sobre o malfadado diferencial poder de compra; Os livros em Espanha custam o mesmo ou menos que em Portugal.

Por ocasião do lançamento de uma nova editora portuguesa, Livros de Areia, lê-se na loucura de um dos sócios a desejada e necessária lúcidez; " Em Portugal as editoras vendem livros para pessoas que não lêem. Quem compra livros assiduamente, não pode gastar 20 euros por livro."


zurzido por j-adn às 12:12
linker | teorizar |
|

Quarta-feira, 14 de Março de 2007
John Cleese´s Letter to America

To the citizens of the United States of America,

In light of your failure to elect a competent President of the USA and thus to govern yourselves, we hereby give notice of the revocation of your independence, effective immediately. Her Sovereign Majesty, Queen Elizabeth II, will resume monarchical duties over all states, commonwealths and other territories (except Kansas , which she does not fancy), as from Monday next. Your new prime minister, Mr Tony Blair, will appoint a governor for America without the need for further elections. Congress and the Senate will be disbanded. A questionnaire may be circulated next year to determine whether any of you noticed. To aid in the transition to a British Crown Dependency, the following rules are introduced with immediate effect:

1. You should look up "revocation" in the Oxford English Dictionary.
Then look up "aluminium," and check the pronunciation guide. You will be amazed at just how wrongly you have been pronouncing it.

2. The letter 'U' will be reinstated in words such as 'colour','favour' and 'neighbour.' Likewise, you will learn to spell 'doughnut' without skipping half the letters, and the suffix "ize"will be replaced by the suffix "ise."

3. You will learn that the suffix 'burgh' is pronounced 'burra'; you may elect to respell Pittsburgh as 'Pittsberg' if you find you simply can't cope with correct pronunciation.

4. Generally, you will be expected to raise your vocabulary to acceptable levels (look up "vocabulary"). Using the same twenty-seven words interspersed with filler noises such as "like" and "you know" is unacceptable and inefficient form of communication.

5.There is no such thing as " US English." We will let Microsoft know on your behalf. The Microsoft spell-checker will be adjusted to take account of the reinstated letter 'u' and the elimination of "-ize."

6. You will relearn your original national anthem, "God Save The Queen", but only after fully carrying out Task #1 (see above).

7. July 4th will no longer be celebrated as a holiday. November 2nd will be a new national holiday, but to be celebrated only in England. It will be called "Come-Uppance Day."

8. You will learn to resolve personal issues without using guns, lawyers or therapists. The fact that you need so many lawyers and therapists shows that you're not adult enough to be independent. Guns should only be handled by adults. If you`re not adult enough to sort things out without suing someone or speaking to a therapist then you're not grown up enough to handle a gun.

9. Therefore, you will no longer be allowed to own or carry anything with you, not even a vegetable peeler. Well in that cases you will need a special licence if you wish to carry a vegetable peeler in public.

10. All American cars are hereby banned. They are crap and this is for your own good. When we show you German cars, you will understand what we mean.

11. All intersections will be replaced with roundabouts, and you will start driving on the left with immediate effect. At the same time, you will go metric immediately and without the benefit of conversion tables. Both roundabouts and metrication will help you understand the British sense of humour.

12. The Former USA will adopt UK prices on petrol (which you have been calling "gasoline") - roughly $6US gallon. Get used to it.

13. You will learn to make real chips. Those things you call French fries are not real chips, and those things you insist on calling potato chips are properly called "crisps." Real chips are thick cut, fried in animal fat, and dressed not with mayonnaise but with vinegar.

14. Waiters and waitresses will be trained to be more aggressive with customers.

15. The cold tasteless stuff you insist on calling beer is not actually beer at all. Henceforth, only proper British Bitter will be referred to as "beer," and European brews of known and accepted provenance will be referred to as "Lager." American brands will be referred to as "Near-Frozen Gnat 's Urine," so that all can be sold without risk of further confusion.

16. Hollywood will be required occasionally to cast English actors as good guys. Hollywood will also be required to cast English actors to play English characters. Watching Andie MacDowell attempt English dialogue in "Four Weddings and a Funeral" was an experience akin to having one's ears removed with a cheese grater.

17. You will cease playing American "football." There is only only one kind of proper football; you call it "soccer". Those of you brave enoughwill, in time, will be allowed to play rugby (which has some similarities to American "football", but does not involve stopping fora rest every twenty seconds or wearing full kevlar body armour like abunch of nancies).

18. Further, you will stop playing baseball. It is not reasonable to host an event called the "World Series" for a game which is not played outside of America . Since only 2.1% of you are aware that there is a world beyond your borders, so your error is understandable.

19. You must tell us who killed JFK. It's been driving us mad!

20. An internal revenue agent (i.e. tax collector) from Her Majesty's Government will be with you shortly to ensure the acquisition of allmonies due backdated to 1776.

Thank you for your co-operation.

John Cleese


zurzido por j-adn às 13:03
linker | teorizar |
|

Terça-feira, 13 de Março de 2007
Albert Hammond Jr - Back to the 101

Albert Hammond Jr. guitarrista dos strokes, gravou um album a solo com musicas que os seus companheiros não queriam ver editadas como material da banda. Filho de um songwriter com alguns êxitos na década de 70, Albert Hammond Jr. assina o seu primeiro album a solo - Yours to keep, já a venda em inglaterra, deve chegar a portugal e ao resto da europa lá mais para o verão. Se for tão bom como os primeiros dois singles mostram é razão para encomendar já um na fnac mais perto de si.



zurzido por j-adn às 10:14
linker | teorizar | vizualizar o comentarismo (3) |
|

Segunda-feira, 12 de Março de 2007
less is more
7 m2



zurzido por j-adn às 13:53
linker | teorizar |
|

España merece otro Presidente

De saida do Starbucks, em plena Recolletos, frapuccino ainda a escorrer pelas mãos, vejo-me ensarilhado numa multidão de bandeiras de Espanha, autocolantes Por La Libertad, cachecois com o Toro da Osborne, gritos e palavras de ordem. Mas o que é que eu estou aqui a fazer? Pergunto a uns marchantes que vem a ser aquilo, dizem-me que vamos protestar contra o levantamento da pena a um Etarra. Que vamos marchar contra o terrorismo. Contra o Zapatero, contra o Governo, contra o que mais houver.

- Ouça, jáo são 3 da tarde e ainda tenho roupa para ir lavar, não vou marchar contra ninguém.

Já de autocolante no bolso, sigo a manifestação por ruas secundárias, pensando eu inicialmente que as mesmas estariam mais tranquilas. Erro.

Durante quase 3 horas ando em circulos pelo centro de Madrid tentando encontrar por onde sair, de uma multidão de pessoas que me parece cada vez maior; 2,5 milhões de pessoas, segundo dados do El Pais.

Nunca tinha tentado fugir de 2,5 milhões de pessoas, e afianço que não é fácil. Por trechos de tempo, vencido, deixei-me ficar, fui vendo o desenrolar da pelicula, o chegar das personalidades. Questionei-me se não seria obrigação minha envolver-me na vida civica da cidade que agora também é minha. Se não deveria solidarizar-me. Conclui que não conheço o suficiente da história, para tomar assim partido.

Se a politica de Zapatero me parece a mais adequada? Não. Nunca considerei a hipotese de negociar com terroristas como válida. Mas não foi este mesmo povo que anda na rua que deu o poder a Zapatero? Desmemoriados ou militantes do PP, quiça foi esta mesma gente que entrou para a história ao eleger um lider com base num atentado dias antes. Provavelmente foi este mesmo povo que preferiu arriscar num quase desconhecido, ao aústero Aznar. Talvez o mesmo povo que ouvi no sábado chamar outra vez Señor Presidente a José Maria Aznar, passando Mariano Rajoy para 2º plano, e Zapatero para criminoso politico.



zurzido por j-adn às 12:04
linker | teorizar |
|

Domingo, 11 de Março de 2007
The biggest ships in the world
The biggest ships in the world





zurzido por j-adn às 16:17
linker | teorizar |
|

Sexta-feira, 9 de Março de 2007
Nova Contratação

Fui cordialmente convidado a dar o meu contributo a este blog pelo meu comparsa j-adn, com o objectivo de informar a canalha do que se vai passando aqui na Republica Dominicana. Deve ter sido por ser especialista em Hoteis...
Assim e a partir de hoje,talvez consiga despertar o vosso interesse em fazer-me uma visitinha de cortesia à metrópole de Punta Cana. Eu sei que para quem está habituado a frequentar a Azarujinha em Agosto, talvez se torne complicado experimentar estas praias, mas vá lá!!! Façam um esforço.
Para quem ainda não sabe o que ando para aqui a fazer:
Alta Bella Hotels
Fishing Lodge Cap Cana
Cap Cana


zurzido por j-adn às 10:08
linker | teorizar | vizualizar o comentarismo (1) |
|

Quinta-feira, 8 de Março de 2007
globalização é isto
A escocesa que estuda árabe namora com um chinês que vivia na Mauritânia.

zurzido por j-adn às 15:04
linker | teorizar |
|

Bloomframe


Bloomframe



zurzido por j-adn às 12:19
linker | teorizar |
|

«Sem pieguice, digo-lhe que sempre “sofro” Portuga...
«Sem pieguice, digo-lhe que sempre “sofro” Portugal, tanto no sentido de não o suportar, como no sentido de o amar-sem-esperança (como disse uma parnasiano qualquer: amar sem esperança é o verdadeiro amor…)»

Alexandre O´Neill

zurzido por j-adn às 11:49
linker | teorizar |
|

Quarta-feira, 7 de Março de 2007
whoaa nelly
fotos de carolina salgado na GQ de Março

(isto pode ser das lentes, mas julgo ter detectado semelhanças entre a carolina salgado e a nelly furtado)


zurzido por j-adn às 16:01
linker | teorizar | vizualizar o comentarismo (1) |
|

...



zurzido por j-adn às 14:34
linker | teorizar |
|

A principal diferença entre o FC Porto e os resta...

A principal diferença entre o FC Porto e os restantes clubes de futebol portugueses, ficou uma vez mais vincada na última jornada durante o minuto de silêncio em honra de Manuel Bento.

Ao passo que a grande maioria dos clubes portugueses é constituida por adeptos de futebol com a infeliz mistura de meia dúzia de energúmenos, o FC Porto é orgulhosamente constuido por energúmenos com a infeliz mistura de meia dúzia de adeptos de futebol.

energúmeno
do Gr. energoúmenos
s. m.,
endemoninhado; possuído do demónio; possesso;
fig.,
indivíduo desnorteado; fanático; exaltado.


zurzido por j-adn às 13:38
linker | teorizar |
|

fui aos muves

Dois dias sem internet na habitação, obrigam-me a dar corda aos calcantes e procurar programa por essa Madrid fora. Depois de aturadas pesquisas encontrei um dos dois únicos cinemas nesta terra que passam pelilculas em versão original, ou seja, sitios em que nem todo o mundo fala espanhol.

Inventário ; Babel no primeiro dia, The Departed no segundo.

Quanto ao Babel, levou-me a curiosidade de injustiça apregoada pelos periodistas da especialidade, que vaticinavam mais e melhores estatuetas para esta traila. No que me toca, acho que uma foi demasiado (melhor banda sonora). Vamos lá ver; o filme está bem construido, a temática da globalização é bastante bem extrapulada para a o dia-a-dia, o filme encontra lugares comuns facilmente identificáveis com a vida do comum dos mortais. Pecou o mexicano realizador em excesso, pois caiu no erro de arrastar o filme desnecessáriamente a um final já mais que ansiado e esperado. A partir do momento em que um filme começa a transmitir a sensação de desconforto aos espectadores, o remexer o cu na cadeira, pelo adiar constante do final torna-se maçador, pastoso mesmo. Nenhum actuação digna de especial registo, exceptuando talvez a ironia de uma das personagens principais ser surda-muda.

The Departed; aqui a decisão foi muito simples, bastou ver que o Jack Nicholson entrava no filme para me convencer a largar os 6 euros. Só pelas caretas do ansião já vale a pena o bilhete. O velho Jack está excelente no papel de mafioso chulo, numa pelicula magistralmente conduzida por Martin Scorcese. Se me perguntarem se é um dos 10 melhores filmes que vi; nem pensar. No entanto é um bom filme. Talvez não seja melhor, mais insinuante, por este género não se tratar propriamente de uma novidade, porém também não se pode dizer que se trata mais do mesmo. Um misto de suspense com filme de máfia á antiga italiana, neste caso irlandesa, com volte faces até ao fim. Bom.

Após esta minha incursao pela critica cinematrogáfica, aguardo ansiosamente um convite do Julio Isidro para em conjunto com Lauro António apresentar um programa na 2: ás terças-feiras de madrugada.


zurzido por j-adn às 12:50
linker | teorizar |
|

facto - quanto mais uma festa é publicitada, seja ...
facto - quanto mais uma festa é publicitada, seja com mails, mensagens ou nicks no msn do tipo ; epá liguem-me já que os convites estão a esgotar, mais é seguro que será uma merda.

zurzido por j-adn às 12:48
linker | teorizar |
|

Terça-feira, 6 de Março de 2007
frase do dia
"Sozinho, um homem não é nada... nem corno"!

zurzido por j-adn às 01:57
linker | teorizar |
|

recepcionista


torre do tombo

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

tags

todas as tags

Support Amnesty International
blogs SAPO
RSS